A história de Captain EO


De 1986 a 1990, a Disney exibiu em seus parques temáticos o filme Captain EO em 3D, estrelado por Michael Jackson e dirigido por Francis Ford Coppola, com roteiro também de Coppola, George Lucas e Rusty Lemorande.

Captain EO é considerado como um dos primeiros filmes 4-D* [nome dado a um filme 3D que incorpora efeitos especiais tais como lasers, fumaça, entre outros, quando sincronizado com a narrativa do filme]. Esta inovação foi sugerida pelo escritor-produtor Rusty Lemorande que é, por vezes, chamado de "O Pai do 4-D".

Um mês depois de Eisner ser nomeado Presidente da Disney em 1984, o cineasta George Lucas fez um passeio pelas instalações da Disney Imaginering em Glendale e o incentivou a criar algumas novas atrações para o parque temático. 

Lucas tinha um bom relacionamento com Eisner desde que Eisner estava na Paramount e prestou apoio no filme Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida. O cineasta se predispôs a desenvolver um simulador especial baseado em sua popular franquia de Star Wars.

Pouco depois, Jeffrey Katzenberg, que acabara de ser nomeado presidente dos estúdios Disney, levou Michael Jackson às instalações do Imaginering e abriu negociações com a estrela pop para que sua figura virasse uma atração da Disney.

Em 1984, Jackson estava desenvolvendo projetos de cinema. David Geffen [produtor de música e cinema] havia sugerido que se Michael Jackson quisesse realmente protagonizar um filme, teria de ser um filme da Disney

Geffen chamou seu amigo de longa data, Katzenberg e lhe apresentou a ideia. Eisner e Katzenberg queriam criar uma aventura em 3D para a Disney, tentariam duplicar o sucesso sem precedentes do vídeo Thriller. "Nós queríamos criar algo com Michael Jackson que chegasse aos adolescentes, crianças e até mesmo seus pais", disse Eisner.

Michael gostou da ideia, mas para se sentir seguro, insistiu para que George Lucas ou Steven Spielberg fizessem parte do projeto. Rick Rothschild desenvolveu três histórias diferentes. Tanto ele quanto Michael escolheram o mesmo projeto: Captain EO

O nome EO vem da deusa grega do amanhecer: Eos. Seus dedos rosados abriram as portas do céu para deixar entrar os raios da luz do sol [a história você vai ler mais adiante].

Rothschild tornou-se o homem que começou a dar forma e direção a essa aventura. Spielberg não estava disponível, porque ele estava trabalhando no filme The Color Purple. Além disso, Lucas já estava trabalhando em estreita colaboração com a Disney Company no projeto de Star Tours.

Com Francis F. Coppola e George Lucas
 Lucas trouxe Francis Ford Coppola, Rusty Lemorande e Angelica Huston para o filme. Lemorande, que tinha produzido e roteirizado uma comédia de ficção científica - Electric Dreams - foi escolhido para co-preparar o roteiro de Captain EO e trabalhou como diretor da segunda unidade e edição. Lucas foi nomeado produtor executivo.

Com Rusty Lemorande
Angélica Huston, que ganharia o Oscar por sua atuação em Prizzi's Honor em 1985, interpretaria uma versão alienígena da malvada Rainha do clássico Branca de Neve, suspensa no ar por fios, como uma aranha.

Nos anos posteriores, Lemorande disse que um dos fatores que dificultaram o projeto de Captain EO foi o fato de "estranhos" manejarem sua criação para Imaginers da Disney. As altas taxas cobradas por cada hora da Imaginering fizeram com que Katzenberg terceirizasse alguns dos trabalhos na atração do parque.

O Vencedor do prêmio Tony, John Napier, que tinha acabado de ser reconhecido por seu trabalho no musical Cats, construiu um teatro em miniatura para testar os efeitos interativos que o filme iria conter. Isso deixou Eisner muito impressionado. 

Napier, que trabalhou no figurino que representava a natureza maligna do planeta escuro, também foi responsável pela preparação necessária dos bailarinos para que dançassem no estilo de Michael Jackson.

"O que eu estou fazendo com o vestuário é para que as pessoas se movam com estas coisas, e que estas não se soltem'', disse Napier. "Eu inseri inúmeros detalhes que devem funcionar bem em 3-D".

A maior parte do projeto foi supervisionado por Katzenberg, mas ocasionalmente, Eisner se aproximou para ver o progresso, porque sentia que este era o projeto que serviria para demonstrar que ele era capaz de revitalizar a Disney.

Jeff Hornaday fez a coreografia de Flashdance [1983] e recentemente havia trabalhado com Paul McCartney e Michael Jackson em Say, Say, Say, fazendo parecer natural a sua presença como um coreógrafo.

"Nós queríamos que a dança fosse um elemento de narração da história, em relação direta com os personagens", disse Hornaday, que supervisionou os 36 bailarinos. "Trabalhar com Michael para mim foi uma experiência única. O talento de Michael e seu enfoque eram únicos."

Rick Baker, que fez a maquiagem para o vídeo de Thriller, foi contratado para supervisionar as caracterizações deste projeto. Tom Burman [que trabalhou no Star Wars Holiday Special] fez o desenho da maquiagem para o personagem de Anjelica Huston. Ela chegava a passar três horas para que sua maquiagem fosse minuciosamente cuidada.

Lance Anderson, que foi o criador das criaturas do filme Ghostbusters, trabalhou como o co-desenhista da tripulação de Hooter, o Geex, o Maior e Menor Domo. Baker foi responsável por Fuzzball.

James Horner, que recentemente havia trabalhado na trilha sonora de Something Wicked This Way Comes [e que mais tarde seria responsável pela música do Titanic] também trabalhou na trilha sonora do filme.

Michael Jackson escreveu duas canções: We Are Here To Change The World [que só foi lançada oficialmente no álbum Michael Jackson: The Ultimate Collection de 2004] e Another Part Of Me [remixada e lançada no álbum Bad de 1987]

A pré-produção do projeto começou em março de 1985. Foram três semanas de filmagem. A mesma grande tela azul que foi usada no filme de ficção científica da Disney, Black Hole, foi usada para filmar a cena em que Michael Jackson vem dançar sobre a cabeça do público.

Não é à toa que esta produção, com todo este grande talento, rapidamente ultrapassou o orçamento. Embora a Disney nunca tenha reconhecido o custo real, foi relatado que os 17 minutos de filme acabaram custando entre US $ 17 a 30 milhões, que por sua vez, tornou Captain EO o filme mais caro já feito POR MINUTO. O orçamento inicial era de US $ 11 milhões.

"O filme passou do orçamento previsto. O fator mais importante foi o de efeitos especiais, uns 150 deles foram utilizados mais por minuto de que Lucas havia usado em Star Wars", disse Eisner.

O enredo do filme

O filme conta a história de Captain EO [Michael Jackson] e da tripulação de sua nave espacial em uma missão de entregar um presente para a "líder suprema" [Anjelica Huston], que vive em um mundo obscuro de metais retorcidos, com saídas de vapor. 

A tripulação do Capitão EO incluía um elefante verde anão desajeitado chamado Hooter, uma pequena criatura laranja voadora com uma longa cauda chamado Fuzzball, dois seres unidos conhecidos como Geex [Idy Ody e, às vezes, também escrito Idee e Odee] que representavam o navegante e o piloto, e um robô de segurança oficial chamado Major Domo, que tinha um robô menor, Minor Domo, colado como um módulo no banco de trás. 

Comandante Bog [uma cabeça holográfica realizada pelo talentoso comediante Dick Shawn e que nunca esteve presente no set], irritado com a má gestão deste grupo de desajustados, deu uma última missão para se redimirem: eles teriam que ir a um mundo sombrio e sinistro para dar um presente à líder suprema [Anjelica Huston] e, ao chegar, eles são capturados por seu exército e ameaçados de tortura por causa de sua visita não autorizada. 

Capitão EO diz à rainha que ela é bonita, mas sem a chave para deixar sair essa beleza. Sua equipe se transforma em uma banda musical, mas antes que eles possam compartilhar sua canção mágica, Hooter acidentalmente tropeça na equipe e atrapalha o inicio da música, o que enfurece a rainha que ordena aos seus guardas que capturem EO e sua tripulação.


Começa uma batalha pouco antes de Hooter reparar seus equipamentos, em seguida, com sua canção, EO transforma os escuros habitantes mecânicos locais em bailarinos ágeis e coloridos. EO consegue derrotar os guerreiros da rainha e a transforma em uma mulher bonita, assim como ele transforma seu palácio em um templo grego de paz. 

O planeta se transforma em um paraíso verde, que lembra o trabalho do artista Maxfield Parrish [que, mais tarde, serviria como inspiração para o vídeo You Are Not Alone]. EO e sua equipe deixam o planeta, enquanto os habitantes se despendem com gratidão.

Captain EO - completo e legendado em português

Algumas cenas dos bastidores

A edição final, que supostamente foi escondida por um tempo de Eisner, não foi tão impressionante quanto o esperado. Michael Jackson não tinha uma presença imponente como personagem principal, o papel de Huston havia sido cortado severamente e as tentativa de humor e urgência pareciam forçadas. Mesmo com os efeitos 3D, parecia insignificante em comparação com a atração da Kodak - Magic Journey - apresentado anteriormente no cinema.

Na época, Coppola já estava envolvido com um novo filme, Peggy Sue Got Married, que estrearia um mês depois de Captain EO e Lucas estava correndo com Howard, The Duck, que estrearia um mês antes que EO e o projeto Stars Tours, que estava atrasado.

Segundo informações, Lemorande e Michael Jackson criaram novas cenas e uma nova edição do filme [inclusive utilizando uma válvula de banheiro - chave de bola - pintada com spray, como um substituto para a cabeça do boneco Minor Domo que não puderam encontrar]. Se bem que o planejado era que Imaginering trabalhasse sobre efeitos especiais do filme [o talentoso Harrison Ellenshaw aparece nos créditos], Lucas lhe deu o filme Industrial Light and Magic para finalizá-lo. A suposta razão do atraso do trabalho à Disney foi o notório perfeccionismo de Lucas.

No entanto, ele poderia ter sido o pior filme já feito que não teria feito qualquer diferença, porque ele foi feito durante o auge da "JacksonMania" e a chance de ver Michael Jackson cantando e dançando era um sucesso garantido.

Captain EO estreou no Epcot em 12 de Setembro de 1986, mas a grande inauguração estava prevista para a abertura da Disneylândia em 18 de Setembro de 1986. O filme mais tarde seria lançado na Disneylândia de Tokio em 1987 e na Disneylândia de Paris em 1992.

O Magic Eye Theater, que tem capacidade para cerca de 700 pessoas, foi construído especialmente para Captain EO, mas foi inaugurado em maio de 1986 com o surpreendente Magic Journeys, enquanto aguardava a estreia de EO. Efeitos especiais ao vivo foram adicionados à apresentação do filme, incluindo lasers, estrelas de fibra óptica e efeitos de neblina, que eram cuidadosamente sincronizados com a ação na tela.

Frank Wells [Chefe de Operações da Disney de 1984 a 1994] renegociou o contrato com a Kodak, de modo que aceitou assumir parte dos custos da produção cinematográfica, construindo e renovando o teatro 3D da Epcot a fim de acomodar esses novos efeitos especiais.

Na semana de lançamento, o National Enquirer publicou a famosa foto de Michael Jackson dentro de uma câmara hiperbárica, construindo o mito de que Michael dormia nela todas as noites por influência de oxigênio. Consta que foi o seu ex-gerente Frank DiLeo quem fez vazar a fotografia, e esse teria sido um dos motivos para que Michael o demitisse posteriormente.

Mais de 200 membros da mídia internacional estiveram presentes na inauguração da Disneylândia e tiveram uma reunião no restaurante Tomorrowland Place Space, onde eles receberam um kit de imprensa, que incluia, entre outras coisas, seis fotos e uma camisa promocional do filme [com uma legenda que dizia I Was There To Save The World: "Eu estava lá para salvar o mundo"].

Rodeada por cafés e sucos, a imprensa pôde ver um trailer com o making of do filme que era repetido constantemente. Também no Space Place puderam ter entrevistas com pessoas ligadas à produção, como o coreógrafo Jeffrey Hornaday e Tom Smith. Este último também revelou que o último efeito a ser filmado foi o logotipo do filme.

Os storyboards
O convite para o filme
Material promocional
Retratado por Vincent Vernacatola
O grande desfile de celebridades começou ao redor das 2 horas da tarde. Uma variedade de celebridades participaram da inauguração do filme na Disneylândia, incluindo Catherine Bach, Elizabeth Montgomery, Alan Thicke, Erik Estrada, John Ritter, Lisa Hartman, Whoopi Goldberg, Charles Bronson, Sissy Spacek, Sarah Purcell, Dr. Joyce Brothers, Debra Winger, Elliott Gould, Dolph Lundgren, Apollonia Kotero e até Jack Nicholson, que estava viajando com sua então noiva, Angelica Huston, passando pela rua principal e acenando para os fãs que gritavam.

Molly Ringwald foi uma das poucas estrelas que se recusou a ir pela rua principal, como parte do desfile. Jack Wagner, conhecido como a "Voz da Disneylândia", anunciava as 125 celebridades que passavam - incluindo a irmã de Michael, La Toya e sua mãe, que também participaram do desfile.

No final, Michael Eisner sorriu e se dirigiu à multidão, "Michael Jackson está aqui". A plateia ficou muito animada e Eisner continuou: "Mas ele está disfarçado, ou como uma velha mulher, um porteiro ou Animatronic". Ninguém, especialmente jornalistas, acreditaram nele.

Depois de um discurso feito pelo vice-presidente da Kodak, Coppola, Lucas e Angelica Huston se reuniram em frente de uma fita vermelha na entrada do teatro. Próximo também estava o ator Nicolas Cage, sobrinho de Coppola, e que veio a se casar com Lisa Marie Presley após sua separação de Michael Jackson.

A arte em progresso do pintor James Hance
Foi criado um making of de Captain EO lançado junto com o filme, contendo cenas inéditas por trás das câmeras e que ficou conhecido como Captain EO: Backstage. A peça foi produzida para a televisão pela MKD Productions e foi dirigida e organizada por Muffett Kaufman e Whoopi Goldberg simultaneamente. Making of duas partes aqui: 01 e 02

A MTV exibiu Captain EO em 1996, e essa foi a única vez que o curta metragem foi ao ar na TV. O filme voltou para os parques temáticos da Disney em 2010, como uma homenagem póstuma ao Rei do Pop. A versão de 2010 não inclui o laser e nem efeitos starfield.


Acima, nós temos a foto do figurino usado por Michael Jackson no filme, com uma nota que diz: "Christy, temos permissão de Lucas para recolocar". Essa foto e o bilhete pertencem a George Lucas.

O segundo figurino está exposto no Children's Museum of Indianapolis, ao lado da exposição de um Mustang vermelho, um presente de Michael para Ryan White. O Museu também tem uma réplica do quarto de Ryan cuja história é contada na exposição ''A força das crianças''.




Michael visitou o museu em 1990. Consta que fotografias não foram permitidas, por isso, a única lembrança de sua visita é o fonógrafo da coleção do museu autografado por Michael.


A história de EOS,
a deusa que inspirou Captain EO

Eos pintada por Evelyn De Morgan
Eos [que em grego significa Aurora] é a deusa grega que personifica o amanhecer. Filha de Hiperião e Teia, é a irmã da deusa Selene, a lua, e de Hélio, o sol. Ela é normalmente citada como de longos cabelos louros e unhas tingidas de rosa com uma carruagem purpúrea puxada por dois cavalos alados, Lampo e Faetonte, com arreios multicolores. Ágil e graciosa, é munida de asas nos ombros e nos pés.

Eos tem como principal função, abrir as portas do céu para a carruagem de Hélio, o deus do Sol, sendo assim a deusa do amanhecer [quando a carruagem de Hélio está saindo, e o Sol está nascendo] e do entardecer, mais especificamente, o por do Sol [quando a carruagem de Hélio está voltando, e o Sol está se pondo]. 

Responsável também pelo brilho do Sol e das tonalidades do Céu, Eos é a deusa que desperta as pessoas e criaturas dos mais profundos sonhos e derrama orvalho nas folhas, sendo mais conhecida por ser a deusa especialmente do amanhecer.

Bela e formosa, Eos atraia a atenção dos deuses. Ares - o deus da guerra e um dos amores de Afrodite - quis conquistá-la, por isso Afrodite resolveu castigar Eos plantando o amor em seu coração e deixando-a apaixonada para sempre. Assim, ela teve inúmeros casos de amor com muitos deuses e jovens mortais. Com Astreu, Eos foi mãe dos ventos Zéfiro, Bóreas, Nótus, Euro, de Eósphoro - a estrela d'alva e de todas as estrelas.

Por não ter seu amor correspondido por Orion, Eos sequestrou Céfalo, Clito, Ganimedes e Titonus para que fossem seus amantes. Apesar de toda a sua beleza, Eos não conseguiu conquistar o amor de Céfalo. Por fim, perdendo as esperanças, consentiu que ele retornasse para viver com sua esposa. Clito fugiu e Ganimedes deixou-a para ir viver no Olimpo.

Tomada de paixão pelo belo jovem Titonus, filho de Laomedon rei de Tróia, Eos foi com ele para a Etiópia. Eles tiveram dois filhos: Memnón que lutou junto aos troyanos e foi morto por Aquiles e Ematión que foi morto por Hércules. Sem os filhos, Eos pediu a Zeus a imortalidade para seu esposo mas esqueceu de pedir também pela juventude eterna. 

Eos, a deusa do amanhecer e Tithonus, Príncipe de Troia,
pintados por Francesco de Mura
Titonus foi envelhecendo, tornando-se feio e pequenino. E quando não conseguia mais se mover, a deusa transformou Titonus em um gafanhoto, o mais musical dos insetos, para que ela pudesse ter a alegria de ouvir para sempre a voz do amante. Desde então a cada amanhecer, a aurora chora lágrimas de orvalho pelo destino de seu amante, enquanto o gafanhoto canta repetidamente: morri... morri... morri... embora continue vivo.


O Elenco de Captain EO [Atores]

Michael Jackson como Captain EO
Anjelica Huston como Líder Suprema
Dick Shawn como Comandante Bog
Tony Cox como Hooter
Debbie Lee Carrington como Idee [creditada como Debbie Carrington]
Cindy Sorenson como Geex [creditada como Cindy Sorensen]
Gary DePew como Major Domo

Publicações relacionadas ao Captain EO:

As imagens de Captain EO
Nos bastidores - o acidente
Depoimento de Anjelica Huston
Depoimento de Michael Bush
Depoimento de Terri Hardin
Depoimento de Rusty Lemorande
Depoimento de Marlene Clayman
Depoimento de Diana Dawn
Depoimento de Debbie Lee Carrington

Fontes de pesquisa:
http://eventosmitologiagrega.blogspot.com.br
http://everymichaeljackson.blogspot.com.br
http://thehistory.childrensmuseum.org
Imagens do meu arquivo
UK Loves MJ
Wikipedia

30 comentários:

  1. Publicação feita em celebração à semana de aniversário do nosso Rei.

    ResponderExcluir
  2. Rosane, ficha técnica completa, hein? Muito interessante toda a história e, essa interpretação masculina, inspirada nessa deusa, não deixou de fazer sentido real, né? Pois ele, como mensageiro cósmico, trouxe uma linda mensagem de Amor e Paz, um anjo de luz que iluminou nosso planeta!
    Na primeira pintura, o que a deusa segura é uma espécie de cântaro, não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Representa um cântaro, e anda ontem vc citou um pensamento a respeito, lembra?
      Capitão EO representou com dignidade a simbologia de sua deusa inspiradora.

      Excluir
    2. Pois é, e hj tbém... coincidência não? Estava c/ isso na cabeça desde ontem, imagens de cântaros, água, daí quanto acessei aqui e vi a publicação c/ imagens dos bastidores Captain EO, me veio aquela citação à mente! ♥♥♥ Boa noite! Bye!

      Excluir
    3. Vc é vidente,menina...rs...

      Boa noite, até mais! :)

      Excluir
    4. hahaha... Talvez, o ambiente aqui seja propício pra isso, faz com que a gente evolua, não é?! ♥ ... \o/\o/... ♪ ♪ ♪...

      Excluir
    5. É propício sim, cigana Lady... porque é mágico!

      Excluir
    6. "Cigana Lady" ... essa foi boa, tá certo fairy Rosane, mágico mesmo! Here is The Castle of the Wiz!!

      Outra boa foi o "ping pong" rs, por falar nisso, ontem essa brincadeira acabou ocupando todo tempo, por fim, não comentei sobre o filme, que é muito legal p/ crianças e p/ "marmanjas' tbém rs, essa turminha atrapalhada comandada por esse capitão, é muito divertida!
      E, assisti vários vídeos legendados pelo Daniel, foi através disso que fiquei sabendo muitas coisas sobre o Michael, inclusive esse filme, admiro muito o trabalho dele, muito bom! :)

      Excluir
    7. Eu assisti novamente o filme nesta semana, aquela tripulação era da pesada, mesmo... pobre Captain EO.

      Excluir
    8. Olá angel, boa tarde! :)

      Também assisti novamente e, só percebi os links making of agora como a Regina :D, já conhecia a 1ª parte, havia entendido parcialmente, vou assisti-los na íntegra e, mesmo não sendo traduzidos, só pelas imagens dá p/ entender perfeitamente, nem precisam de tradução.

      Foi perfeita, acertadíssima sua escolha sobre o tema em celebração ao aniversário do nosso **Captain of Love** e, sábia decisão de: "dar um tempo para os leitores se atualizarem no conteúdo"... e refletirem,né? =D7

      Estou lendo agora as outras matérias relacionadas, sendo que algumas já havia lido e nem lembrava mais, e outras ainda não tinha visto , mas dentro do contexto da matéria fazem todo sentido, realmente é muito significativo.

      E... refletindo sobre o conteúdo, gostaria de fazer uma observação sobre o que vc comentou c/ a Wendy, mas ainda estou "tecendo' meu comentário e, assim que concluir pretendo voltar ao assunto.

      Bjo! Até mais! ♥

      Excluir
    9. Oi Lady, tudo bem? :)

      De fato, Michael encarnou na vida real o papel do Capitão EO. Então, esse filme estava predestinado a acontecer como um simbolismo.

      As matérias relacionadas funcionam como um quebra-cabeças, é interessante ler a visão de outras pessoas envolvidas naquele mesmo momento.

      L.O.V.E.

      Excluir
    10. Sim, tudo muito bem, principalmente depois de ter a oportunidade degustar e digerir essa matéria c/ muita atenção. Tenho a mesma opinião que a sua, sobre ele ser o Capitão EO na vida real, vc pode comprovar meu pensamento no primeiro comentário que fiz acima, que a história não deixou de fazer sentido real, porque ele iluminou nosso planeta c/ mensagem de Amor e Paz, foi exatamente isso que eu quis dizer.

      Por isso, me apaixonei desde que assisti esse filme pela 1ª vez, aquele sorriso dele é o mais lindo de uma pessoa adulta, que já vi na minha vida, mesmo sendo um personagem toca o coração da gente, pois reflete a sinceridade da alma dele, uma sinceridade que só existe no sorriso das crianças! ♥♥♥



      Excluir
    11. Com toda a certeza, Lady. Eu concordo com todas as tuas palavras. Que bom que Michael teve a oportunidade de mostrar essa faceta de ator em um filme da Disney.

      ♥♥♥

      Excluir
  3. Nossa que matéria excelente!!!
    Eu não conhecia a história do filme, vc está de parabéns mais uma vez!!!
    =D7=D7=D7=D7=D7=D7=D7
    Presentão para todas, comemorando o aniversário do anjo. :-bd

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma pesquisa trabalhosa, mas valeu a pena. Eu também desconhecia alguns episódios dos bastidores.

      Excluir
  4. Ainda fico impressionada com a rapidez de suas pernas ao dançar,
    pareciam elétricas.

    ResponderExcluir
  5. Matéria completa, Rosane. Obrigada pela dedicação.

    Muita gente talentosa envolvida no projeto. Mas, parecem não ter gostado do resultado.

    Veja que as estrelas de cinema iam ver o Michael Jackson!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Elisa. Eu fiz com alegria.

      Foi incrivel o custo financeiro tomado para este projeto de apenas 17 minutos.

      Excluir
  6. ♥ Especialíssimo! ♥ Eu ouço sempre a música "We Are Here To Change The World" e não tem como não lembrar do filme..♥

    ♥ Obrigada, amiga, por trazer tudo para nós.♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, eu acho esse filme tão simbólico!

      Á primeira vista, o Capitão EO é apenas o personagem de um filme, mas se o trouxermos à luz do dia, veremos que na vida real, Michael também trabalhou como o Capitão EO e a sua mensagem ao longo de sua vida foi idêntica ao tema da música '' We Are Here to Change the World''.

      ♥♥♥

      Excluir
  7. Boa noite, Rosane e todas(os)!

    Matéria completa mesmo! Você está de parabéns e nós te agradecemos! =D7 :-bd

    Alguns depoimentos eu ainda não tinha lido, como a da atriz Diana Dawn, que é simplesmente maravilhoso! ♥

    Eu passei mais de 20 anos querendo ver esse filme inteiro e legendado demorou ainda mais.

    Bem que poderia vazar o “Captain EO: Backstage”. Uma observação: Para mim o corte de cabelo do Michael nesse filme é o mais lindo que ele usou em toda sua vida! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Regina! :)

      Uma linda manhã de sol aqui no sul do Brasil.

      Obrigada pelas palavras que tocam a mim. God Bless You.

      Excluir
  8. Opss... :D Eu não tinha percebido que você postou o Making of (link) em 2 partes. \o/ \o/

    ResponderExcluir
  9. Boa noite! :)

    Rosane, assim como você comentou com Wendy e Lady, ontem, ao desligar meu computador, eu estava pensando exatamente sobre isso: como o personagem desse curta metragem da Disney representa o que Michael foi em sua vida, o capitão que, liderando seus soldados do amor, lutou para mudar este mundo e torná-lo um lugar melhor. E eu sempre achei também que Michael tornava o mundo mais colorido e alegre, com sua existência que irradiava amor, luz, pureza e tudo mais de bom!! Ele fez chegar tudo isso, através de seu imenso brilho artístico, a toda parte deste planeta. Prova disso é que utilizei uma foto dele no filme para ilustrar o a parte da que fala "espalha cores vivas pelo ar", da música da Paula Fernandes, cuja letra parece que fala sobre, no vídeo/slide show que montei em homenagem ao Rei e postei no YouTube, em 2012.

    Gostaria de deixar o link do vídeo/slide show em homenagem ao nosso amado, que eu já te mostrei no final do ano passado, aproveitando que hoje (28/08) é o dia do aniversário da Paula Fernandes. Que Deus a abençoe também! :)

    https://www.youtube.com/watch?v=pI_yDcro5a0

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Regina! Com toda a certeza, Michael foi o nosso Capitão do Amor Universal,ele dedicou a sua vida não somente para a sua música, mas para melhorar a vida de todos os povos, dentro do seu possível.

      Sim, eu conheço o video que vc criou, mas como faz tempo que eu o vi, agora vou lá assistir de novo. \0/

      Obrigada por compartilhar, angel... e felicidades para a Paula Fernandes, também.

      Excluir
    2. Voltei, Regina! Assisti o video mais uma vez. A letra da música da Paula combina tão bem com o nosso anjo, não é? Nós podemos imaginar o rancho Neverland como o cenário, em todos os seus detalhes. Vi o nosso capitão EO, também. \0/ Michael amaria ver o seu video e a sua linda homenagem nesse dia, amiga!! Eu amei.

      ♥♥♥

      Excluir
  10. Oi, angel! Então, a letra dessa música da Paula combina muito com o nosso anjo, tanto sobre seu lado "jeito de mato" como também em todos os aspectos de sua vida, como por exemplo em "a tua voz macia aplaca as dores e espalha cores vivas pelo ar".
    Fiquei feliz por você achar que Michael amaria o vídeo que montei em homenagem a ele e por você ter amado também! \o/ Trata-se de mais uma linda poesia que parece falar sobre ele e eu só encontrei algumas imagens dele que comprovam isso. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo o que é simples e belo, doce e amoroso, combina com nosso anjo. É claro que eu apreciei o seu lindo video!!

      L.O.V.E.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...