Pequenas histórias


Extraído do livro Recording of Destiny 
de Bobby Colomby & Todd Gold [1978]

''A ingenuidade de Michael sobre sexo preocupava Colomby, tanto que, um dia, ele o levou ao andar de cima para um dos escritórios, no Cherokee Studios, para uma conversa de 'homem para homem'.

"Michael", ele começou, "você é jovem. Você está prestes a chegar lá no mundo e conhecer um monte de pessoas - um monte de mulheres. E você pode se deparar com algumas situações interessantes. Às vezes, é difícil para você falar com seus pais ou seus irmãos e falar sobre esse tipo de coisa. Mas eu quero que você saiba que eu estou aqui para você. Que a qualquer momento que você precisar de um amigo, em qualquer tipo de situação, eu vou lhe ajudar.''

Michael sorriu. Ele ficou tocado.

"Deus, isso é tão doce de sua parte", disse ele. "Mas eu já tenho alguém em quem eu confio a respeito disso.''

"Oh, ótimo", Colomby respondeu, um tanto surpreso. "Posso perguntar quem é?"

"Diana Ross", Michael respondeu.

No mesmo livro, o músico Bobby Colomby contou que no final dos anos 70, Michael surtou quando soube que ele estava vivendo com a atriz Pam Grier.

"Quando ele descobriu que eu estava morando com ela, ele simplesmente surtou; Andava de um lado para outro no estúdio e gritava.

Quando Grier ligou para ele, Michael perdeu a fala. Ela gostaria de convidá-lo para jantar.

Eu disse, 'Hey Michael, é Pam' e lhe entreguei o telefone. Ele não pôde lidar com isso. Ele desmoronou. Ele não quis nem falar.

Mas a curiosidade de Michael era como uma comporta aberta e ele não conseguia parar de falar sobre Grier. "O que ela faz com você, Bobby?", 

"O que você quer dizer?" Colomby perguntou.

"Ela deve bater-lhe com frigideiras", Michael riu. "Eu acho que quando você chega em casa, ela joga uma frigideira em você.''


Nota do blog Pam Grier é citada como uma das principais Sex Symbols da década de 70.


Fonte: http://40years.tumblr.com

22 comentários:

  1. kkkk.. "O que ela faz com você, Bobby?
    "Ela deve bater-lhe com frigideiras"
    Um mulheraço como essa Pam Grier devia mesmo intimidar Michael,
    naquela época; mas depois ele ficou bem esperto, e só lembrar da caída dele por Beyonce, ele não era bobo não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como disse o Puff Daddy, ''Michael era ligeiro, mano...''

      Excluir
  2. É uma parte de Michael que não é da minha conta ou de ninguém, mas morro de curiosidade de saber se ele realmente tinha namoradas e era reservado sobre isso ou não se importava com mulheres nesse sentido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São passagens tão doces que não vejo problema em publicar aqui no blog, :)

      Excluir
    2. E qual a fã que não tem curiosidade? \0/ \0/

      Excluir
  3. O Michael era um rapaz especial mesmo! ♥ Como eu já disse antes, esse admirável bom comportamento dele foi um dos fatores que chamaram tanto a minha atenção em 1984. E o mais bacana é que percebi que ele era assim por amor a Deus e aos mandamentos da Bíblia e não porque tinha sexualidade indefinida, como muitos diziam. Tem aquele famosa passagem que quando um membro da família o fechou num quarto junto com duas prostitutas, ele não surtou e sim conversou, aconselhou e leu a Bíblia para elas, deixando-as emocionadas. Era a opção dele, visto que sua mãe o levava para o caminho da religião e seu pai para o mundo dos prazeres noturnos, sendo ele uma criança que trabalhava como gente grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Regina! Também me faz lembrar de uma entrevista antiga, onde ele se dizia chateado por criarem boatos sobre ele ser gay, e ele disse que certamente havia um motivo para Deus tê-lo criado homem.

      Michael sempre teve um grande respeito genuíno pela Biblia e seus ensinamentos.

      Excluir
    2. É, Rosane! Lembrei-me dessa entrevista também. :) E na conversa com o rabino Shmuley, ele fala de maneira muito fofa sobre esse assunto. Oh homem especial, meu Deus! ♥

      Excluir
    3. Concordo com cada palavra Regina.

      Excluir
  4. Ele não tinha problemas com sua sexualidade, os outros tinham.

    ResponderExcluir
  5. A Daina Ross foi uma das grandes amiga do Michael, umas das que ele sempre confiou, assim como Elizabeth Taylor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, a ponto de ter confiado a ela a guarda de seus filhos, em caso de faltar a dona Kathe.

      Excluir
  6. É verdade, isso é uma prova do quanto ele confiava nela.

    ResponderExcluir
  7. Sabe, Regina, há um ditado que diz: Quem não tem o que fazer, procura.
    E era exatamente o que faziam os desocupados e invejosos, como só viam a perfeição em Michael Jackson, se sentiam incomodados e inventavam um monte de sandices na intenção de denegrir a sua imagem. Felizmente, sendo ele um homem de Deus, tratou de ignorar
    os desocupados de plantão e fez essa carreira maravilhosa que nenhum mais neste planeta, conseguirá fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, Mari! Essas pessoas não se conformavam em ver aquele jovem tão lindo, talentoso e carismático fazendo tanto sucesso, quebrando barreiras raciais e sociais, um jovem que não bebia, não fumava, muito menos usava drogas, que namorava, mas pretendia se casar virgem, por causa do amor aos ensinamentos da Bíblia e que pregava o amor ao próximo e ao planeta. Era muita perfeição e muitos já o viam como um profeta moderno. Analisando esse admirável comportamento de Michael, eu o via como um rebelde para a época, mas um “rebelde ao contrário”, um rebelde que resgatava os valores morais tão fora de moda. E ele tinha a coragem de, mesmo sendo chamado de careta ou problemático (em relação a sua sexualidade) seguir em frente, sempre fazendo tudo do modo que acreditava ser o certo e por isso, sendo um vencedor, apesar de todos os golpes que sofreu, com a carreira mais brilhante que este mundo já viu - e jamais verá outro igual!

      Excluir
    2. Como disse a Andréa em seu artigo aqui já publicado, ''O único verdadeiro subversivo do pop.'' \0/

      Excluir
    3. Nossa, angel! Bem lembrado, Andréa o definiu muito bem! \o/

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...