As origens de Michael Jackson (02)

Samuel, um dos 21 filhos de Nero
e avô de Michael
O tataravô de Michael Jackson por parte de pai foi um índio americano da tribo Choctaw, chamado July Gale, nascido em torno de 1800. July também era o xamã (sacerdote) de sua tribo, e servia como ''olheiro'' do Exército.

Ele conheceu uma jovem escrava chamada Gina, a quem ele passou a visitar regularmente. Logo, eles tiveram um filho, a quem chamaram Nero (o bisavô de Michael). Embor

As pessoas brancas chamavam July de JACK, então seu filho Nero passou a ser conhecido como NERO JACK'SON (Nero filho de Jack), o que se tornou ''Nero Jackson''.

Nero Jackson (1838-1934)

Nero odiava ser um escravo. Ele contou aos seus descendentes que ''seu senhor'' branco colocava a sua comida e a dos outros escravos no chão, e eles precisavam se ajoelhar para comer, usando grandes colheres de pau.

Certa vez, Nero foi surrado quase até à morte, após ser recapturado de uma fuga. Noutra tentativa, seu ''dono'' cruel colocou duas brasas de fogo em seu nariz, o que lhe deixou cicatrizes pelo resto de sua vida.

Após os escravos serem libertados pelo presidente Lincon, Nero - que havia aprendido a magia indígena com seu avô July - usou seus conhecimentos nesta área para ganhar dinheiro. Assim, ele conseguiu comprar 300 acres de um rancho no Mississipi.

Segundo um amigo de Nero, Dave Collins (com 102 anos na década de 80) Nero era bastante procurado para lançar magia sobre os cavalos nas épocas de corridas, para que os cavalos adversários perdessem.

Um dos netos de Nero - Emmett Jackson - conta que seu avô gostava de se juntar aos amigos e beber, nos sábados à noite. Em geral, ele acabava se empolgando no final da noite, cantando e dançando músicas indígenas. Por isso, a polícia era acionada.

''Quando a polícia chegava, o velho Nero saltava em seu cavalo e fugia. Eles ficavam tão irritados que, certa vez, chegaram a armar uma emboscada em uma esquina. Mesmo assim, Nero conseguiu fugir. Os policiais nunca o pegaram.''

Quando Nero faleceu aos 96 anos, deixou os 300 acres do rancho aos seus filhos. Isso aconteceu durante a Depressão, e eles não tiveram US $ 300,00 para pagar a hipoteca. Atualmente esta área pertence a uma companhia de óleo.

Veja também:

Fonte da matéria: este jornal da década de 80.

13 comentários:

  1. Esse texto me faz pensar em vários pontos:

    * sobre como Michael se sentia ao ouvir essa história sobre seu bisavô. Sobre a crueldade da escravidão.

    * Quando veio a libertação, eles foram expulsos das fazendas com as mãos vazias. Quem daria emprego a um ex-escravo?
    Nero sobreviveu trabalhando com a sua magia indígena.

    * Nero não era exatamente um marido fiel: dos 21 filhos, apenas 15 foram gerados com sua esposa oficial.

    * Se o July Gale não tivesse sido chamado de Jack, teríamos ''Michael Gale'' o Rei do Pop? Lol!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia rosane! Com certeza o michael ficava muito triste ouvido essas histórias sobre o seu bisavô, a escravidão foi terrivél para a humanidade. o michael sempre lutou contra o racismo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Lais! Eu acho que não foi à toa que Michael nasceu negro, sofreu vitiligo e se tornou ''branco''.
      A sua condição se tornou um simbolo da igualdade das raças, acompanhando a sua mensagem de Paz ao mundo.

      Excluir
  3. Boa tarde amiga...

    Eu não sabia de todo esse contexto... muito triste.

    Mas temos a oportunidade, hoje, de conhecer em profundidade sobre a história da família de Michael, tanto do lado materno, quanto do paterno.

    Obrigada por trazer todas essas matérias que trazem muitas reflexões.

    _____

    Michael Gale caberia bem para o nosso anjo, penso eu. Ficaria bonito também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga. É triste sim, mas eu não quis me omitir de publicar, pois a gente vê até onde o bisneto de Nero Jackson chegou: ao topo do mundo.

      Excluir
    2. É.. Michael Gale é chique!

      Excluir
    3. E pensar que nosso anjo também tem sangue índio e chinês (este por parte da mãe).. que lindo!

      Excluir
    4. É verdade. Esses relatos são importantes para nós fãs e para a história da humanidade.

      E só aumenta a nossa admiração por esta família.

      Excluir
    5. Eu sempre penso que Deus não escolheu a familia de Michael por acaso. Há grandes motivos para ele ter nascido em uma familia negra e de origem humilde.

      Excluir
  4. Estou amando ler isso! É muito importante sabermos as origens de nossa existência. Eu mesma tive tataravós paternos escravos, no qual ouço histórias do meu pai sobre o sofrimento que eles passaram, o quanto eram escravizados. Meu avô paterno era negro e casou-se com minha avó que era branca. Minha avó foi deserdada pela família por ter se casado com meu avô. Com isso eles tiveram 8 filhos, incluindo meu pai.
    Minha mãe me conta que meus tataravós foram indígenas também escravizados.
    Pra mim é muito importante sabermos as origens de nossos ancestrais. Apesar de toda a dor da escravidão e preconceito, mas tudo parece muito lúdico a medida que me contam essas histórias.
    Imagino o quanto Michael deveria se sentir assim também. E o melhor de tudo, ele triunfou sobre essas circunstâncias e fez com que seus ancestrais e sua descendência se orgulhe muito de tudo que foi feito por ele na História. Sendo assim, pelos Jacksons.

    ResponderExcluir
  5. E uma Feliz Páscoa pra você e sua família, Rose!

    E pra todos que acompanham esse abençoado Blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito lindo o teu relato, Andreia.. apesar das passagens tristes, sim, é importante conhecer as suas origens. Os indigenas também foram escravizados, mas morreram lutando contra essa condição.

      (Me faz lembrar da minha história, sou bisneta de imigrantes que vieram ao Brasil cortando os mares. Então me contaram sobre o que acontecia nessa viagem, sobre pai, mãe e bebês que ficaram de se separar temporariamente e nunca mais puderam se ver.)

      Eu tenho uma grande admiração pela história da raça negra, por causa de sua luta contra a escravidão. Assim como Michael amava a Africa, também me toca o coração.

      Uma Feliz Páscoa pra vc,amiga, junto da tua familia.

      FELIZ PÁSCOA A TODOS OS LEITORES DO BLOG. GOD BLESS YOU!

      Excluir
    2. Completando.. muito orgulho do nosso Michael, pois ele e sua familia levaram mais honra à sua raça, pela sua história de luta, retidão e superação.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...